Central de Atendimento: 0800.772.6995

Horário de verão termina dia 19

Horário de verão termina dia 19

O Horário de Verão termina no próximo domingo (19), a partir da 0h (meia noite, de sábado para domingo), quando os relógios devem ser atrasados em uma hora nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. O principal objetivo do horário de verão é aproveitar melhor a luz solar durante o período do verão, trazer maior segurança ao desempenho do sistema elétrico nacional, além de também estimular o uso consciente da energia elétrica.
O gerente do departamento de distribuição da Cemirim, José Eduardo Quintana nos explica um pouco mais sobre o horário de verão.

Qual será/foi a economia desta edição do Horário de Verão? Será/foi semelhante às edições anteriores?
A economia estimada para esse período do Horário de Verão é de R$ 147 milhões, por causa do uso de energia de termelétricas.  Na edição anterior, houve uma economia de R$ 162 milhões.  A redução do consumo atingiu na faixa de 4% do consumo médio das três regiões do país, com isso, poupa-se a água estocada nos reservatórios das hidrelétricas.

Quais os benefícios do Horário de Verão para as distribuidoras, meio ambiente e para a população?
As principais vantagens para as distribuidoras de energia elétrica e também para a população, são a maior segurança na operação dos sistema elétrico (menor risco de apagões de grande porte), menor consumo de energia elétrica e minimização da necessidade de mais investimentos no sistema elétrico. Com menos investimentos em usinas construções de novas hidrelétricas ou termelétricas, há um benefício indireto, pois será evitada mais agressão ao meio ambiente.

Como manter a economia de energia com o final do Horário de Verão?
A manutenção da economia de energia deve seguir as medidas de praxe, como por exemplo: Evite acender qualquer lâmpada durante o dia, habituando-se a utilizar melhor a iluminação natural do sol, abrindo bem as janelas, cortinas e persianas. Apagar as lâmpadas dos cômodos desocupados.
Substitua as lâmpadas incandescentes por fluorescentes ou LEDs, em especial, nos locais onde as luzes fiquem acesas mais de 4 horas por dia.
Coloque sua geladeira em um local ventilado, longe de lugares quentes, como fogão, forno elétrico e raios solares. Evite abrir a porta dela diversas vezes desnecessariamente e verifique se não há vazamento de frio pelas borrachas da porta.
Com o clima quente, coloque o chuveiro na posição verão. Dessa forma, haverá um menor consumo de energia elétrica.  Na posição inverno, há um gasto de energia superior.

A Cemirim responde por quais cidades? Qual a economia geral? É possível dar um exemplo do que é possível fazer com esta economia?
A CEMIRIM atende a um total de 13 municípios, sendo toda área urbana e rural do município de Holambra, além de partes das áreas rurais de Santo Antônio de Posse, Artur Noqueira, Engenheiro Coelho, Cosmópolis, Aguaí, Mogi Mirim, Mogi Guaçu, Estiva Gerbi, Conchal, Espirito Santo do Pinhal, Jaguariúna e Itapira.  A economia de energia na região da CEMIRIM atingiu a um total equivalente a 20% de todo consumo de energia elétrica de um mês em Holambra. Após ser gerada e sair da usina, a energia elétrica produzida não pode ser mais estocada, por isso, o importante é ter um consumo eficiente, evitando os desperdícios e, por consequência, evitando gastos desnecessários.

Dicas para se adaptar ao fim do horário de verão

Quando ocorre a mudança de horário (horário de verão, inverno ou de fuso horário), o organismo pode ter dificuldade em se habituar. Seguindo estas dicas, a adaptação será mais suave.

Cuidado com as refeições: No dia da mudança de horário, evite refeições muito pesadas, principalmente no final do dia. Comidas que requerem muita energia para fazer a digestão podem prejudicar o descanso. Da mesma forma, bebidas como o café e alguns chás (verde e preto) devem ser evitadas.

Não exagere nos exercícios físicos: Prefira exercícios mais suaves ou relaxantes (como caminhadas leves ou ioga), para não estimular excessivamente o corpo. Além disso, é recomendado não praticar exercícios pesados 3 horas ou menos antes de ir para a cama, porque a liberação de endorfinas causa um estímulo que pode afugentar o sono.

Ajuste a hora de dormir: Nesta mudança o relógio atrasa, ou seja, “ganhamos” uma hora e por isso as pessoas muitas vezes vão dormir mais tarde. Especialistas e médicos sugerem que essa “hora extra” deve ser usada para descansar.

Antes do fim do horário de verão, tente ir para cama 5 minutos mais cedo a cada dia. Esta mudança gradual vai ajudar na adaptação quando o relógio atrasar uma hora.

Para mais dicas acesse: www.cemirim.com.br/economia-de-energia

Confira as dicas da Cemirim

SrMirinho