Central de Atendimento: 0800.772.6995

Mais aumentos na tarifa em 2015

Mais aumentos na tarifa em 2015

Os consumidores de energia elétrica vão encarar mais aumentos em 2015. Chegou ao fim o subsídio do Tesouro Nacional ao setor de energia, e a conta de luz dos consumidores das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste terá um reajuste extraordinário de 19,97% até março para cobrir as despesas do setor elétrico atrelado ao fundo CDE (Conta de Desenvolvimento Energético). O governo previa gastar R$ 9 bilhões em 2015 com o fundo, responsável por fazer todos os pagamentos de programas sociais e subsídios tarifários.
Os números foram apresentados pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), que estimou que as despesas totalizam R$ 25,9 bilhões. Este aumento da energia  preocupa os consumidores e o setor produtivo.
Além do ajuste extraordinário de 19,97%, em 2015 ainda teremos outros 3 aumentos:

 O ajuste adicional de energia mais cara originária de Itaipu, para consumidores da região Sul, Sudeste e Centro-Oeste;

O sistema adotado no começo do ano das bandeiras tarifárias, será revisado e possivelmente trarão novos aumentos. De acordo com a ANEEL, a metodologia adotada não é suficiente para cobrir o encarecimento do fornecimento de eletricidade no país;

O reajuste anual de cada distribuidora, que aumenta na tarifa uma vez ao ano, independente de fatores extraordinários. Este reajuste varia de distribuidora para distribuidora.

A ANEEL calcula que a mudança que trará aumentos, passe a vigorar a partir de março. As cidades da região metropolitana de Campinas terão o reajuste anual nas contas a partir de 8 de abril, dependendo de cada empresa distribuidora. Tanto os percentuais para o pagamento da conta do setor elétrico neste ano (CDE) quanto as alterações no sistema de bandeiras tarifárias terão de passar por audiência pública ainda neste mês de fevereiro.

Fonte: ANEEL