Central de Atendimento: 0800.772.6995

Horário de Verão 2014

Horário de Verão 2014

O horário de verão consiste em adiantar os ponteiros do relógio em uma hora do fuso horário local. A ideia surgiu no Brasil, pela primeira vez,  em 1931  mas só foi adotado, a partir do ano de 1985. Nesta época do ano é possível aproveitar a luz do sol por um período maior e, consequentemente, reduzir o consumo de energia elétrica, acentuado neste período, por causa do calor e do aumento da produção industrial às vésperas do Natal.
Pelo decreto que adota a medida, o horário inicia-se sempre no terceiro domingo de outubro, no caso deste ano, começará na noite de sábado, dia 18 de outubro para o domingo dia 19 de outubro, e o seu término  no terceiro domingo de fevereiro do ano consecutivo, exceto quando coincidir com o domingo de Carnaval.  Portanto em 2015, como o Carnaval cairá no dia 17 de fevereiro, o horário de verão se encerrará no dia 22 de fevereiro, evitando-se que no feriado as pessoas se esqueçam de acertar seus relógios.
Neste ano, todos os Estados das regiões Sudeste, Centro-Oeste e Sul, incluindo o Distrito Federal, adotarão o horário diferenciado, totalizando assim onze unidades da Federação. Durante os 126 dias em que o horário será aplicado, a redução de demanda, na hora de ponta de carga, deve ser de 1.975 MW no subsistema Sudeste/Centro-Oeste e de 645 MW no subsistema Sul.
A economia do horário de verão de 2013 para 2014 foi de R$ 405 milhões, e para o período de 2014 a 2015 a projeção é de uma redução de R$ 278 milhões. O valor economizado então será R$ 127 milhões, menor do que os R$ 405 milhões alcançados na última edição do horário especial de 2013 a 2014, apesar da duração ter sido um pouco menor, em média são 122 dias. Atribuiu-se a diferença à utilização intensiva das termelétricas este ano, por causa da seca que vem assolando o país.

Fontes: ANEEL e Ministério de Minas de Energia