Central de Atendimento: 0800.772.6995

Chuvas deixam 800 mil sem energia em São Paulo

Chuvas deixam 800 mil sem energia em São Paulo

Por conta do forte temporal que atingiu a capital paulista nesta última segunda-feira (12 de janeiro), cerca de 800 mil imóveis ficaram sem energia elétrica, e ao menos 156 semáforos estão com problemas em toda a cidade. Ficaram sem energia os bairros das zonas oeste e sul, como Brooklin, Campo Belo, Moema, Ibirapuera, Morumbi e Butantã.
Várias árvores caíram sobre redes elétricas e postes, afetando o fornecimento de energia elétrica. Cerca de 58 quedas de árvores foram registradas, e um dos motivos pelas quedas foram os ventos fortes registrados na cidade, que chegaram a 85 hm/h, principalmente na região do aeroporto de Congonhas (zona sul), que ficou por quase uma hora fechado. Além disso, 3 linhas de trem chegaram a ficar paralisadas, e linhas de metrô tiveram que operar com velocidade reduzida.
O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), disse que a administração estadual irá rediscutir com a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) o processo de fiscalização das empresas concessionárias de energia elétrica. O governador reconheceu que no início deste ano a cidade tem enfrentado problemas de quedas de energia, e lembrou que os ventos e chuvas fortes são recorrentes nesta época do ano.

Fonte: Folha de São Paulo